José Paulo Moreira da Fonseca




Entardecer
ost
1975 - 38 x 46

Sonata azul
ost
1980 - 60 x 20
Como obras de Mario mariano, obra apresentou erro em nota de vendas a Jose Arthur Fiuza, porem saiu com valor de venda totalmente incompativel.


Currículo Resumido

José Paulo Moreira Fonseca (1922 - 2004)

Nasceu em 13 de junho de 1922 em Botafogo, Rio de Janeiro. Janelas, portas, fachadas, paisagens e a marinha são os principais temas de sua obra e de seus temas, podemos supor de forma filosófica que as portas e janelas podem representar a abertura que o “eu” do artista quer dar a sua obra. Tanto na poesia como na pintura sua obra é perene, estimulando o espectador apreciá-la por um grande tempo, admirando sua beleza harmônica dentro de suas cores contidas.

Ao final do ano de 1945 forma-se em Direito, em 1948 conclui também o curso de Filosofia. 

Dá inicio nesse ano a terceira fase do Modernismo no Brasil e foi neste contexto que José Paulo deu os seus primeiros passos rumo à poesia. Surge no cenário literário brasileiro um grupo constituído por vários escritores chamado Geração 45. Os escritores que faziam parte deste grupo também eram chamados de neo-modernistas e apresentavam como característica a busca por um maior rigor técnico nas elaborações 

Na década de 50, fez suas primeiras incursões na pintura, como autodidata. Foram experiências isoladas, com grandes lapsos de tempo entre um e outro quadro, até alcançar, afinal, um ritmo regular de produção.

Segundo suas próprias palavras, houve influência inicial dos Velhos Mestres e do Impressionismo, através do Museu imaginário das reproduções; a pintura italiana do Séc. XV, os holandeses do Seiscentos, a gravura japonesa, os inovadores desde Turner até Bracque e Mondrian são, no desenvolvimento da obra, os modelos fundamentais, tudo conjugado com a paisagem carioca, da Baixada Fluminense e da Serra do Mar (Petrópolis e Teresópolis).

Fazendo abundante uso da espátula, José Paulo estrutura seus quadros por meio de zonas cromáticas bem distribuídas no espaço pictórico, tematicamente tendo nas fachadas, portas e janelas, paisagens e marinhas os motivos principais de sua produção. 

Na década de 60, já com sua produção regularizada, porém em um ritmo menor dos que as seguiram, ficou marcado por obras que apresentavam pequenos tamanhos, mas grandes no campo visual.

Tendo realizado em 1962 sua primeira individual, desde então já efetuou numerosas mostras, em São Paulo, Rio de Janeiro e Recife, como também em Frankfurt, Lisboa, Londres, Viena, Munique, Bonn, Hamburgo e Nova Iorque. É uma pintura agradável, que apela diretamente ao olho tátil e, através dele, ao sentimento do espectador. 

Hoje José Paulo é um homem conhecido e respeitado por sua obra, tanto pictórica, quanto literária. Contando com mais de vinte livros publicados e quadros em diversos museus do mundo. É também o artista querido de muitos colecionadores.

Morreu aos 82 anos, no dia 4 de dezembro de 2004 no Rio de Janeiro, deixando sua viúva, três filhos e seis netos.


Itaú Cultural

Firenze Galeria de Arte
Rua Gonçalves Dias, 1866 - Lourdes | BH - MG - CEP: 30140-092 | Tel.: (31) 3291-2343 - galeriafirenze@galeriafirenze.com.br