Maria Polo





Currículo Resumido

Maria Polo (1937 - 1983)

Pintora, desenhista, gravadora e vitralista.

Estuda no Instituto de Arte de Veneza, entre 1949 e 1955. Quatro anos depois, vem para o Brasil, fixando residência em São Paulo, onde inicia os trabalhos para realizar uma mostra individual, a convite de Pietro Maria Bardi. Na década de 70, começa a trabalhar com azulejos e execução de vitraux.

Críticas

"Sua fase atual difere bastante daquela que Maria revelava no início de sua carreira como abstracionista. As cores, anteriormente frias, fundamentadas na tonalidade cinza, adquiriram a luz forte, o tom alegre e vibrante dos trópicos. Grande variedade de cores quebra o retângulo tradicional da tela através da conjugação de amplas formas redondas e ovais. Sua técnica de emprego do pigmento é também muito cuidada. A artista sabe tirar proveito da combinação de várias modalidades de aplicação da tinta, alcançando grande expressividade através dos efeitos conseguidos pelos estudos cromáticos que faz. Ela utiliza grande variedade de tonalidades, compondo telas vibrantes mas não agressivas (...)".
Equipe Editora Abril
ARTE nos séculos. São Paulo: Abril Cultural, 1972.

"... a pintura de Maria Polo é violenta e ao mesmo tempo grave, lança-se na aventura aforista das formas, compõe as manchas, juntando cores berrantes, gritando. É uma tímida com fogo por dentro. Os inúmeros críticos que dela falaram não descobriram que Maria Polo é uma mediterrânea: as cores vêm do sol do Adriático, que ilumina o imenso ungarettiano, mas através de um módulo pacato e harmônico. Maria Polo, por vezes, mistura as luzes de sua terra com as dos trópicos, e deste conúbio saem as novidades colorísticas das mais estranhas e curiosas (Gauguin, fundindo os climas da Bretanha com os de Taiti, encontrou as suas soluções de cor)".
Pietro Maria Bardi
CAVALCANTI, Carlos; AYALA, Walmir, org. Dicionário brasileiro de artistas plásticos. Apresentação de Maria Alice Barroso. Brasília: MEC/INL, 1973-1980. (Dicionários especializados, 5).

Exposições Individuais

1960 - São Paulo SP - Individual, no Masp
1961 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Astréia
1961 - Minnesota (Estados Unidos) - Individual, na Galeria Select Design
1962 - Porto Alegre RS - Individual, na Academia de Belas Artes de Porto Alegre
1962 - Caxias do Sul RS - Individual, no Clube Italiano
1964 - Rio de Janeiro RJ - Maria Polo: Pinturas Recentes, na Barcinski Galeria de Arte
1965 - São Paulo SP - Individual, na Galeria São Luiz
1966 - Houston (Estados Unidos) - Individual, na Kiko Galleries
1966 - Belo Horizonte MG - Individual, no Museu de Arte de Belo Horizonte
1966 - Roma (Itália) - Individual, na Galeria da Casa do Brasil
1966 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Copacabana Palace
1967 - Washington D. C. (Estados Unidos) - Individual, no Instituto Cultural Brasileiro Norte-Americano
1967 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Cosme Velho
1967 - Salvador BA - Individual, na Galeria Concicirum
1968 - Brasília DF - Individual, no Hotel Nacional
1968 - Florianópolis SC - Individual, no MAM/SC
1969 - São Paulo SP - Individual, no Banco Nacional de Minas Gerais S/A
1970 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Mini Galery
1971 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Chica da Silva
1972 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Chica da Silva
1973 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Mini Galery
1977 - Roma (Itália) - Individual, na Galeria D"Arte Italo Brasiliana
1977 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Bonino
1979 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Cosme Velho
1980 - Florianópolis SC - Individual, na Ceisa Center
1981 - São Paulo SP - Individual, no Studio José Duarte de Aguiar
1981 - São José dos Campos SP - Individual, na Casa das Artes
1982 - Rio de Janeiro RJ - Maria Polo: Porcelanas, na Galeria Aktuell
1982 - Curitiba PR - Expo 82: Maria Polo: Pinturas, no Museu Guido Viaro


Firenze Galeria de Arte
Rua Gonçalves Dias, 1866 - Lourdes | BH - MG - CEP: 30140-092 | Tel.: (31) 3291-2343 - galeriafirenze@galeriafirenze.com.br